Subscribe:

ll

quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Equipe de Flávio Dino discute SOBRE Transição de Governo

O coordenador da equipe de transição designado por Flávio Dino, Marcelo Tavares, fez uma reunião preliminar na tarde desta segunda-feira (13/Out) com integrantes da coordenação de campanha. Durante o encontro foram discutidos os primeiros passos da transição entre o governo de Roseana Sarney e o governo Flávio Dino.
Estavam na reunião, Márcio Jerry (anunciado como secretário de Articulação Política e Assuntos Federativos), Ted Lago (escolhido para presidir a Empresa de Administração Portuária – Emap), além dos advogados Carlos Eduardo Lula e Rodrigo Lago e da jornalista Aline Louise.
Ainda esta semana Flávio Dino formalizará por ofício, a ser encaminhado à governadora Roseana Sarney, os nomes que irão compor a Equipe de Transição.

IMPERATRIZ - MPMA solicita relatório das atividades policiais dos últimos cinco anos para avaliar problemas e definir metas


Promotores de Os criminosos Ossian Bezerra Filho e Domingos Eduardo da Silva visitaram como Instalações fazer 1º Distrito Policial de Imperatriz na jornal Última quinta, 9, parágrafo PEDIR uma Relação DOS CASOS Registrados NOS ULTIMOS Anos do cinco. A Ação FAZ Parte do Controle Externo da ATIVIDADE policial, atribuição do Ministério Público, Que TEM Como diretor Objetivo acompanhar e determinar ajustes necessários NAS Atividades dos Centros de Detenção. Uma outra Finalidade E dar celeridade AOS Processos.
Durante a inspeção, Os Promotores conversaram com o delegado regional, Francisco Assis Ramos, e pediram that como Demais delegacias also fornecessem relatorios Tanto dos Casos Registrados Nos ultimos Cinco Anos Quanto dos that estao Abertos POR Mais ritmo parágrafo Que o MPMA POSSA Tomar Medidas com Relação AOS Problemas existentes. Como delegacias TEM 10 dias parágrafo OS enviar Dados AO MPMA.

Levantamento

O titular da Promotoria de Justiça 2ª CRIMINAL, Ossian Bezerra, Diz Que como visitas São Parte de hum Planejamento Que o MPMA ESTA Fazendo par mapear a Realidade das delegacias. Nas ÚLTIMAS Semanas, Os Promotores Criminais da comarca se reuniram parágrafo Fazer hum Planejamento de visitas ÀS delegacias, com o Propósito de elaborar relatorios Técnicos that tracem com precisão o Quadro de Casos Nos Centros de Detenção.

"Nos pedimos that como delegacias encaminhassem a Relação dos procedures that se encontram no estabelecimento, os tais Como Inquéritos, TERMOS circunstanciados de Ocorrência e Boletins de Ocorrência. Uma Partir dEste Levantamento, NOS poderemos começar efetivamente a Fazer como visitas Técnicas, com Dados los Maos Pará compararmos o Que melhorou EO Que piorou, na Tentativa de sanarmos OS Problemas ".

O promotor ressalta that somente apos a Coleta de Dados, das Inspeções mensais e das visitas Técnicas semestrais, o Ministério Público do Maranhão podera se posicionar Diante dos Problemas. "Apos o Levantamento, expediremos Recomendacoes AO Governo com o Objetivo de sanar OS Problemas. De a Acordo com o Andamento dos Trabalhos, Veremos Qual a Melhor Forma de Agir Para melhorar o Sistema policial."

Redação: Iane Carolina (CCOM MPMA)

quinta-feira, 7 de agosto de 2014

Mais um mega-contrato firmado pela prefeitura de São Roberto do Maranhão

Jerry Adriany, prefeito de São Roberto do Maranhão
Jerry Adriany, prefeito de São Roberto do Maranhão
A prefeitura de São Roberto do Maranhão vem gastando ‘com vontade’ em serviços ao município.

Em mais um contrato milionário, assinado pelo prefeito Jerry Adriany Rodrigues, sairá dos cofres públicos a quantia de R$ 1.171.200,00 (Um milhão, cento de setenta e um mil e duzentos reais) destinados à locação de máquinas pesadas, para fazer que trabalhos não se sabe.
Desta vez, a empresa que vai receber a gorda quantia é a G. Carneiro Lima Construções e Locações Ltda. O total é parcelado em 12 vezes, ou seja, até o prazo de vigência do contrato.

Vale lembrar que, o Blog recebeu a denúncia de que a prefeitura, desde dezembro de 2013, nunca concluiu a obra de construção do sistema de abastecimento de água, mas recebeu metade do dinheiro da obra, repassada pelo Governo Federal. (Reveja)

Nos últimos meses, a prefeitura de São Roberto vem firmando contratos milionários com empresas prestadoras de diversos serviços. Mas parece que estes serviços não se concretizam, pois as reclamações da população são muitas.

O contrato para locação de máquinas pesadas foi publicado no Diário Oficial do Estado do Maranhão. Veja abaixo.

quarta-feira, 23 de julho de 2014

Servidores da Justiça do Maranhão prometem cruzar os braços

GREVE2
O Sindicato dos Servidores da Justiça do Maranhão – SINDJUS/MA confirmou através de Nota encaminhada a imprensa, que a categoria realizará, nos dias 24 e 25 de julho, respectivamente, quinta e sexta-feira, uma paralisação de advertência, em todas as comarcas do Estado, em protesto pelo não cumprimento, até a presente data, por parte do Tribunal de Justiça e do Governo do Maranhão de uma decisão transitada em julgado no Supremo Tribunal Federal – STF.
Eles alegam que desde fevereiro deste ano, o STF assegurou aos servidores do Poder Judiciário, filiados no sindicato, e ocupantes de cargos de nível médio e fundamental, a correção dos seus vencimentos em 21,7%.

Durante a paralisação, os servidores manterão em funcionamento apenas os plantões judiciais para garantir o cumprimento das decisões liminares que envolvam direito à liberdade, à vida e à saúde.

O SINDJUS-MA confirma ainda que a paralisação de advertência pode ser apenas o início de uma greve geral, caso a decisão do STF não seja realmente cumprida.

Justiça do Pará revê caso de assassinato de ambientalistas


Nessa terça-feira, 22, será julgado em Belém, pelo Tribunal de Justiça, a apelação do Ministério Público contra a decisão do Tribunal do Juri de Marabá que soltou o fazendeiro José Rodrigues, acusado de ser o mandante do assassinato das lideranças extrativistas e ambientalistas José Cláudio Ribeiro e Maria do Espírito Santo, ocorrido em maio de 2011, em Nova Ipixuna, no interior do estado.
O Ministério Público do Estado e a assistência de acusação ingressaram com apelação para anular a decisão do tribunal do juri que absolveu o réu José Rodrigues. Segundo explica José Batista Afonso, advogado da Comissão Pastoral da Terra, assistente de acusação, o argumento principal "é que os jurados decidiram contrariando as provas existentes nos autos."

Entre as provas que teriam sido ignoradas, há vestígios de DNA do irmão do acusado encontrado em um capuz, ao lado do local do crime, e diversas provas testemunhais que envolveriam José Rodrigues como mandante. Seu irmão, Lindonjonson Silva, foi condenado pelo crime de assassinato por encomenda, junto de Alberto Nascimento. No entanto, os jurados, por quatro votos contra três, decidiram que Rodrigues não teria participado dessa empreitada criminosa. Após ser solto, o acusado voltou a viver no assentamento Praia Alta Piranheira. Laisa Santos Sampaio, irmã de Maria, ameaçada de morte pela família do fazendeiro, passou a receber proteção federal.

Um dos pontos polêmicos do julgamento foi quando Rodrigues passou a chorar em seu depoimento e a proferir um culto evangélico – o que teria provocado emoção entre ao menos dois jurados, que se sensibilizaram pelas suas palavras ao dizer que havia pedido "perdão à Deus" e que não poderia ser separado de sua família.

Durante o julgamento, uma das testemunhas foi ameaçada de morte, e o juiz Murilo Lemos Simão, ao ler sua sentença, considerou que o casal assassinado teria "contribuído para o crime" em razão de seu "comportamento".

Caso seja anulado o julgamento, o advogado da CPT, Batista, afirma que irão ingressar com o pedido de desaforamento, "para que o novo julgamento ocorra em Belém e não mais em Marabá. Caso o tribunal não acate nosso recurso recorreremos ao STJ".

Familiares do casal assassinato estarão em Belém para acompanhar a decisão. Claudelice Santos, irmã de Zé Cláudio, diz esperar por Justiça: "Justiça pela anulação daquele primeiro julgamento imoral. Para nós, mataram eles de novo".

Nesse ano, o judiciário paraense condenou, em duas situações, acusados de crimes simbólicos no violento sul do Pará. Em 30 de abril, o fazendeiro Décio José Barroso Nunes, o Delsão, foi culpado pelo crime de homicídio duplamente qualificado de José Dutra da Costa, o Dézinho, então presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Rondon do Pará, em 2000, quando foi morto por pistoleiros, e condenado a 12 anos. Alguns dias depois, em 9 de maio, o julgamento da Chacina da Fazenda Princesa, que levou 29 anos para chegar ao Juri, condenou a 130 anos o fazendeiro Marlon Lopes Pidde, 65 anos, junto de seu capataz, Lourival Santos da Rocha, por participação na morte dos agricultores Manoel Barbosa da Costa, José Barbosa da Costa, Ezequiel Pereira da Costa, José Pereira de Oliveira e Francisco Oliveira da Silva.

Eleições 2014 terá primeira candidata a deputada travesti da história do Maranhão


Nas eleições municipais de 2012, Pâmela Maranhão, foi a primeira candidata a vereadora travesti do estado pela cidade de São Domingos do Maranhão, ficando na suplência. Esse ano, ela volta a fazer história, agora como a primeira candidata a deputada estadual travesti da história do Maranhão.
Em 2012, Pâmela teve grande destaque na pequena cidade do interior do estado com seus discursos em prol das minorias, sendo também a única candidata que publicou todos seus discursos no youtube.

Com texto de O Imparcial.

domingo, 11 de maio de 2014

Mulheres são culpadas por estupro?

Por Paula Lima
Nesses dois últimos dias abro as redes sociais e sites de notícias e me deparo com a seguinte informação: SEGUNDO PESQUISA DO IPEA MAIORIA ACREDITA QUE MULHER TEM RESPONSABILIDADE EM CASOS DE ESTUPRO. Oi? Como assim?

Eis a minha opinião: Curto e muito shorts e saias curtos, além de vestidos provocantes. Saio pra me divertir (PRA ME DIVERTIR) sempre assim, mas não é por isso que está escrito na minha testa que mereço ser estuprada. 65% dos que dizem que a vestimenta de mulheres com trajes menores e quase 60% que o comportamento delas fazem com que mereçam ser estupradas não me representam. Esse universo de “retardados e idiotas” e mal amadas, que disseram isso, esquecem que são filhos e filhas de uma mulher, têm irmãs, esposas e todo um universo feminino ao seu redor. E essas, com certeza e sem sombra de dúvida NÃO MERECEM SER ESTUPRADAS mesmo que andassem peladas pelas ruas.

É um total contrassenso opiniões como essas num país onde as pessoas, correntes ideológicas, grupos e grupelhos levantam bandeiras em prol do aborto, da descriminalização da maconha e, até mesmo, bradaram em alta voz e conseguiram que a união civil de pessoas do mesmo sexo fosse reconhecida. Eu juro que não entendo quando essa mesma sociedade vem nesse momento com esta opinião, que, com certeza, é um retrocesso no pensamento e comportamento humano, que nem mesmo no atraso do século XIX seria aceitável e estamos em pleno século XXI.

É bem verdade que muitas mulheres se vestem e se comportam como se fossem uma mercadoria e da bem barata, mas isso não dá direito a ninguém, muito menos a um retardado, que diz ser homem, estuprar ou fazer qualquer coisa que denote, que desonre a Mulher.

E sabe o que mais chama a atenção? Segundo a pesquisa do IPEA, dentre os entrevistados 66,5% eram mulheres, mais da metade das opiniões. E sinceramente digo que essas devem ser, no mínimo, mal amadas ou mal comidas mesmo ou será que nem isso conseguem? Será que essa é a sociedade hipócrita em que vivo? E se continuar assim para onde vamos? Indignada. E tenho dito.

Pesquisar este blog

Carregando...